terça-feira, 25 de agosto de 2009

Gravatinha ao molho de taioba

Qualquer pessoa que entenda um mínimo de cozinha sabe que esse papo de comida "chique" e comida "de pobre" é, muitas vezes, uma grande baboseira. Pratos populares podem ser tão complexos, interessantes e saborosos quanto criações de chefs europeus, ou até mais. Já comi uma buchada de bode que me pareceu uma obra de arte: por dentro de uma "bolsa " de bucho, costurada delicadamente, escondiam-se miúdos finamente picados e com um tempero delicioso.
.
Por outro lado, alguns ingredientes para os quais muita gente torce o nariz são muito gostosos e podem ser usados de maneira surpreendente. Hoje, vou falar da taioba: é uma folha verde-escura muito consumida na roça, refogada mais ou menos como couve, acompanhando ovo frito e o indefectível feijão-com-arroz. Mas a taioba tem uma cremosidade toda especial. Foi a partir dessa característica que resolvi transformá-la em molho para massa. É um prato para uma refeição leve ou para acompanhar alguma carne ensopada. A receita é muito simples:

Ingredientes para 4 pessoas:
2 ou 3 maços grandes de taioba
1 cebola picada
2 dentes de alho picados
300 g de requeijão cremoso (pode ser catupiry, também)
Manteiga
Macarrão gravatinha
.
Preparo:
Retire as três grandes nervuras de cada uma das folhas de taioba, enrole-as e corte-as grosseiramente. Esquente água com sal numa panela grande para preparar o macarrão. Numa panela média, esquente a manteiga e doure a cebola e o alho. Refogue em seguida a taioba, deixando murchar um pouco. Passe tudo para um processador ou um liquidificador e bata com o requeijão até obter uma mistura mais ou menos homogênea. Volte o creme para a panela, com o fogo apagado. Quando o macarrão estiver pronto, escorra-o, reservando um pouco da água de cozimento para diluir e aquecer o molho. (Você pode jogar um pouco da água quente no processador, para puxar o creme que tiver "colado" e adicioná-lo ao molho.) Acrescente o macarrão na panela, mexa bem e sirva.
.
Como você percebe, a versão da foto não foi passada no processador, e eu não misturei o macarrão no molho. O preparo descrito acima é o da última vez que fiz: ficou muito mais gostoso, com um verde bem mais vivo. Infelizmente, eu não estava com minha máquina fotográfica.
.
Variante: Pique bacon em cubos e leve-os ao fogo baixo para que eles fritem na própria gordura. Reserve-os. Siga todos os passos anteriormente explicados, como se a gordura do bacon fosse a manteiga. Espalhe os cubinhos de bacon sobre o molho na hora de servir.

4 comentários:

  1. Tenho que dizer que fiquei com água na boca.
    Mais uma receita pra adicionar às minhas vegetarianas favoritas!
    Parece com uma receita que eu "criei" com espinafre.

    ResponderExcluir